Ipad na sala de aula

Como se sabe, os métodos de ensino-aprendizagem evoluíram. Hoje, restringir-se à dupla “lousa e giz” já é considerado ultrapassado.

Os enormes avanços tecnológicos trouxeram mudanças expressivas ao campo da educação e, frente a esta realidade, os professores tiveram que descobrir novas maneiras de dialogar com seus alunos, cada vez mais conectados e detentores de uma nova linguagem; a linguagem digital.

São diversas as possibilidades para trazer a tecnologia para dentro da sala de aula, uma delas é por meio dos tablets.

Apresentado ao mundo em 2010 com o lançamento do Ipad (Apple), o tablet é um dispositivo pessoal em formato de prancheta que pode ser usado para acesso à Internet, visualização de fotos, vídeos, leitura de livros, jornais e revistas e para entretenimento com jogos.

O sistema de uso é por meio do touchscreen – sensível ao toque – ou seja, uma caneta especial, ou mesmo a ponta dos dedos, acionam as funcionalidades do aparelho, que já é utilizado no segmento empresarial e agora começa a aparecer nas salas de aula, como instrumento de ensino.

O uso dos tablets na educação ainda é uma aplicação recente, inclusive no Brasil. Existem algumas barreiras para que essa se torne uma prática recorrente, a primeira é o preço. Esses aparelhos são caros, custam em torno de 2mil reais. Outro desafio é a capacitação de professores. Os professores devem estar aptos a manusear os tablets corretamente e conhecer as possibilidades de explorá-los em sala de aula, como atividade didática.

O Projeto “Ipad na sala de aula” surgiu exatamente para tornar essas barreiras menores e tem como grande foco utilizar o tablet não apenas como plataforma de leitura, mas como instrumento de transformação dos tradicionais materiais didáticos, tornado-os  multimídia e interativos. Com isso, busca inovar as práticas escolares, tanto no aspecto tecnológico quanto no curricular.

Para impulsionar o uso do Ipad em sala de aula, o projeto oferece cursos e oficinas que visam capacitar professores para utilizarem o tablet como ferramenta de trabalho. São oferecidos cursos individuais, personalizados ou para grupos. Escolas, universidades, empresas e grupos de trabalho podem entrar em contato e solicitar treinamentos personalizados, de acordo com a demanda que necessitam.

O curso não se esgota em si. Após a capacitação, existe um acompanhamento das atividades desenvolvidas em sala de aula e o trabalho é avaliado com foco no feedback dos alunos.

Para saber mais sobre o projeto e solicitar treinamento personalizado para sua escola ou universidade, clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s