Redes Sociais: O tema da vez

Seja em conversas de bar, em debates de sala de aula, em bate papo com a família, no trabalho, nos jornais, revistas, ou na internet… Sempre nos deparamos com discussões sobre as famosas e tão polêmicas redes sociais.

Como estão mudando nossas vidas? Como as empresas podem aproveitá-las? E a educação? Será que são ameaças à relação ensino-aprendizagem? Será que são aliadas?  E assim, nesse vai-e-vem de perguntas, as redes sociais se tornam tema constante de nossas conversas e ocupam lugar inimaginável em nosso dia-a-dia!

Com 800 milhões de usuários, o Facebook (se fosse um país), seria o terceiro maior do mundo… Daquele espaço virtual brota uma intensa dinâmica social, a vida em sociedade se reproduz na esfera virtual. Pessoas interagem, usam seu tempo  dando “like” daqui e “unlike” de lá, produzindo e compartilhando conteúdo, criando comunidades… “Cutucando” o amigo, abrindo e fechando eventos… Divulgando causas sociais, fazendo política e promovendo passeatas.

E como isso muda nossas vidas? Ou melhor, como isso já mudou nossas vidas?

Vi, há pouco, um vídeo interessante, em que o palestrante (o engenheiro de softwares Silvio Meira), diz que nós, seres humanos, sempre fomos redes sociais, a diferença é que agora temos suporte virtual. Nada mais verdadeiro, não acham? (a quem possa interessar segue link do vídeo)

Sempre tivemos a necessidade de interação e colaboração. Sempre compartilhamos conteúdos com nossos pares/comunidade e sempre sentimos a necessidade de conexão. Vivemos em grupo e, portanto, a troca sempre esteve presente em nossas vidas. O que mudou é que agora, com o avanço da tecnologia, temos uma nova plataforma para explorar as nossas relações: a internet tornou-se mais um suporte para a interação humana. Mas o que ela propõe (interação, conectividade, compartilhamento) são funções que sempre se fizeram necessárias à vida humana.

Temos que usar a internet a nosso favor, saber como manipulá-la de acordo com nossos interesses. Não podemos permitir que ela nos domine e nos torne dependentes, afinal, nós que inventamos tudo isso, portanto, a internet, as redes sociais, as TICS são recursos que derivam da natureza humana, que surgiram a partir de nossos anseios, daquilo que já nos é intrínseco.

E a partir dessa ideia, sugiro que nos indaguemos mais uma vez: O que são as redes sociais? Nossas aliadas? Inimigas? O que representam em nossas vidas e mais, como conversam com a história humana?

Fica a provocação. Eu já estou aqui pensando sobre o assunto e por isso resolvi escrever esse post, para dividir aquilo que me veio à mente enquanto eu ouvia o Silvio Meira falar… Inquietações! Estão sempre conosco!

Deixe o seu comentário e vamos pensar juntos… Afinal, o que seria de nós sem a colaboração e o compartilhamento?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s