Ciberbullying: Uma realidade da era digital

A internet é realmente fascinante! Basta um clique e podemos visitar lugares novos, conhecer pessoas de todas as partes do mundo, assistir vídeos, compartilhar músicas e notícias e ainda realizar pesquisas sobre os mais diversos assuntos. Parece um paraíso, certo? O que poderia haver de negativo em meio a tantas qualidades?

Como dizem por aí “tudo tem dois lados” e aquilo que parece exclusivamente fascinante também pode ter os seus perigos.

A internet pode ser um terreno perigoso já que não temos certeza da verdadeira identidade daqueles com quem conversamos, há enigmas, incertezas, muitas pessoas vestindo falsa identidade. Todo esse “mistério” constrói um cenário convidativo para atos preconceituosos, já que o agressor não precisa, necessariamente, revelar sua identidade.

Entremos agora no assunto central deste texto: o ciberbullying.

Para entender o ciberbullying falaremos primeiro do já conhecido “bullying”, tão discutido entre pais, educadores e até pela própria mídia. Podemos entender o bullying como um ato de agressão física ou psicológica intencional, em que um indivíduo ou um grupo de indivíduos discrimina outro indivíduo ou grupo, provocando humilhação e exclusão, marginalizando a “vítima” e colocando-a à parte de seu grupo de convívio.

Neste texto focaremos na  prática do Bullying entre colegas de escola (porém, vale dizer que ele pode ocorrer também em outros ambientes, como o de trabalho). No caso do bullying na escola, o aluno que sofre os atos de agressão é desprezado e zombado por seus colegas, e geralmente alguma de suas características torna-se o motivo central da zombaria, o que pode provocar baixo-estima, insegurança, raiva, medo, revolta e outros sentimentos que podem perdurar na vida da criança para todo o sempre e interferir na formação de sua personalidade, bem como no seu desempenho escolar, já que frente à agressão dos colegas, a criança provavelmente não terá motivação para ir à escola.

O Ciberbullying tem as mesmas características do Bullying, porém é praticado por meio de aparatos eletrônicos, como celulares, computadores e outros dispositivos. O aluno ou o grupo de alunos que discrimina pode, por exemplo, criar uma comunidade na internet zombando de um colega que ele não gosta, ou pode bombardear o aluno vitimado com mensagens de conteúdo agressivo. Pode ainda expor a vítima, colocando fotos dela em redes sociais, fazendo piadas e criando falsas identidades para essa pessoa.

Os jovens estão conectados na internet em tempo integral e podem fazer o que bem entendem, por isso, é tão importante que os pais tentem se aproximar dos filhos e entender o que eles estão fazendo e vendo na internet (não como forma de invadir a privacidade, mas sim como estratégia para orientar e aconselhar o jovem).

Em casos de Ciberbullying a escola deve ser informada. Se há bullying na internet, por exemplo, há grandes chances de haver também no dia-a-dia da sala de aula e por isso é muito importante reportar essas agressões aos profesores e diretores da escola.

A tecnologia está à nosso favor, auxiliando em práticas educativas e também nas relações entre as pessoas, mas em alguns casos pode ser uma ameaça, por isso temos que educar nossas crianças para que conheçam, entendam e respeitem as diferenças, pois assim os riscos de haver casos de  bullying e cyberbulling certamente diminuirão.

Leia mais sobre Ciberbullying:

Ciberbullying: Ciberacoso escolar entre menores (em espanhol)

Ciberbullying (Wikipedia)

Ciberbullying supera nº de agressões em escolas no país (Folha Online)

Em projeto contra Ciberbullying, adolescentes britânicos ajudam vítimas via chat (UOL Notícias)

Cyberbulling: Fenômeno sem rosto (Apresentação SlideShare)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s