Publicidade na sala de aula

O Intercom Nacional desse ano aconteceu na Universidade Católica de Pernambuco, em Recife. O Congresso, que ocorreu entre os dias 2 e 6 de setembro, contou com a participação de quase 4 mil pessoas vindas de cidades e realidades diferentes! Além de um grande encontro acadêmico, podemos dizer que foi também um grande encontro entre culturas!

Eu estive por lá e apresentei um artigo sobre o uso da publicidade como possível recurso pedagógico. O tema é polêmico e após a apresentação boas discussões surgiram! 

No meu artigo discuto a possibilidade e eventuais benefícios de se trazer linguagens da mídia para a sala de aula. Meu estudo é baseado na lógica da Educomunicação e tem como principal objeto a publicidade. O que busquei com esse trabalho foi compreender se existe pertinência dialógica entre a produção publicitária e a prática pedagógica.

Sob um olhar que vislumbra o lado cultural e simbólico da publicidade, afirmo em meu artigo que a produção publicitária pode ser considerada um objeto pedagógico, que pertence ao currículo cultural e por isso assume papel fundamental na construção de valores, conduta e opiniões dos jovens. A partir desse ponto de vista, torna-se desejável que se empreenda diálogos entre essa produção e a escola, espaço institucionalizado do saber, que tem entre seus deveres auxiliar na construção do cidadão.

Se quiser ler o texto na íntegra, clique aqui.

Espero opiniões, sugestões, críticas e tudo que puder contribuir para a reflexão em torno do assunto!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Publicidade na sala de aula

  1. Olá, Carolina, muito interessante o artigo. Sou jornalista e fiz meu mestrado em mídia e educação. Seu blog sempre tem assuntos que despertam minha atenção. Com relação a esse, penso que, ainda mais que os jornais impressos ou a TV, existe uma resistência muito grande da escola em refletir sobre a publicidade, que é sempre vista como uma prática que manipula e aliena os receptores. Passou da hora de a escola buscar outras abordagens para se discutir as propagandas.
    Um abraço,
    Fernanda

    • Olá Fernanda, como vai?
      Primeiramente gostaria de dizer que fico feliz em saber que os temas aqui abordados vão te encontro aos seus interesses! A troca de informação é um dos grandes benefícios que a internet nos proporciona e acredito que temos que fazer uso dele!

      Sobre o uso da propaganda na sala de aula, concordo com você. Realmente ainda há muito receio por parte dos professores em utilizá-la para fins educativos. Fiz um estudo sobre o tema em duas escolas de São Paulo e entrevistei 8 professores do ensino médio. Posso dizer que ideias como “manipuladora”, “discurso perigoso”, “objeto que serve exclusivamente ao capitalismo” apareceram de forma predominante nas falas desses professores…

      Ainda é preciso pensar em maneiras possíveis para explorar a propaganda na sala de aula não apenas sob o ponto de vista de “descontruir o discurso e alertar os alunos” mas também pensando a propaganda como um produto cultural, que carrega consigo inúmeros signos, símbolos, representações e que conversa diretamente com o dia a dia dos alunos.

      Vamos seguir trocando ideias!
      Abraços,
      Carolina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s